Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \31\UTC 2009

Bairro da Liberdade

Bairro da Liberdade

Há tempos eu planejava ir na Liberdade, tanto para comer a “legítima” culinária oriental, como p/ passear mesmo e comprar bugigangas…

Confesso que a 2ª opção ficou para uma próxima oportunidade, o passeio como um todo fio gastronômico.

Diferente dos restaurantes japoneses que conhecemos a opção de rodízio não é comum por lá, é fácil encontrar opções a La Carte ou por kilo. De qualquer forma a variedade é grande e se procurar, pode conciliar as muitas culinárias: Japonesa, Chinesa, Tailandesa e Coreana, além de contar sempre com alguma opção brasileira no cardápio.

Uma surpresa foi encontrar, ainda, uma feirinha que acontece todos os Domingos no local, ela acontece há muitos anos e eu pensei que nã existisse mais, porém fiquei feliz em saber que me enganei.

Feira da Liberdade - Todos os Domingos (próximo a saída do metrô)
Feira da Liberdade – Todos os Domingos (próximo a saída do metrô)

Óbvio que ela conta com muita comida (pratos rápidos como: Tempurá, Yakissoba, Bolinhos (polvo, bacalhau, camarão) e uma variedade de camarões fritos e empanados), além de doces como o Tempurá de sorvete (conforme comentado em outro post), tem o famoso doce de feijão (uma massa assada com recheio de feijão). Diferente para o paladar, mas vale a pena conferir, tem brasileiro que adora! Porém para quem ficar receoso a feira expandiu as opções e també oferece o recheio de baunilia, mas essa você só encontra na barraca da feirinha mesmo.

Além dos comes e bebes a feirinha também tem artigos importados, enfeites para decoração e outras coisas típicas.

Conforme tem se espalhado, o sorvete Melona é uma opção cada vez mais comum nos estabelicimentos em São Paulo e  por lá não podia ser diferente, a sobremesa aparece em peso por lá e pela primeira vez me aventurei a experimentar.

Das quatro opções provei três e apesar de todas serem boas ainda prefiro a versão original de melão.

Bakery Itiriki
Bakery Itiriki – Rua dos Estudantes, 24

Quem não gosta da culinária oriental não precisa ficar preocupado, como comentei, quase todos os restauantes contam com opções brasileirasno cardápio, porém se mesmo assim você ficar na dúvida recomendo a Bakery Itiriki, uma padaria com opções de lanches, salgados e pães nacionais, e vc ainda conta com uma infinidade de doces, um maior e mais bonito que o outro, rs.

Agora, mesmo quem estiver na padaria, que é um território neutro, mas quiser se aventurar um pouco na culinária, pode provar o Suco Pobá (exclusivo da Itiriki), um suco de frutas, gelado, batido com leite… o diferencial são cubos de gelatina acrescidos na mistura, além de algumas opções diferentes de sabor como: Chá Verde,Chá Preto e Inhame.

Por fim, além das opções gastronômicas o bairro é muito bom para encontrar artigos importados, eletrônicos e uma infinidade de chás e plantas. Eu não pude deixar de trazer meu saquinho de chá verde, porém encontrei uma variável com flocos de arroz que segundo o vendedor diminui o gosto amargo do chá.

Há uma infinidade de raízes e o delicioso shimeje (fungo comestível), porção carérrima nos resturantes mas lá a bandeja sai por R$ 4,00 cada (dá p/ se esbaldar!).

Loja na Liberdade (próximo ao metrô)
Loja na Liberdade (próximo ao metrô)
Anúncios

Read Full Post »

Bar Municipal - Vila Madalena
Bar Municipal – Vila Madalena

Para quem gosta de boa música, chopp e diversão não pode deixar de conferir o Bar Municipal, localizado na Vila Madalena.

Já fui algumas vezes durante a semana e destaco o cardápio, que faz uma seleção especial, inclusive no inverno que conta com diferentes opções como caldos e sopas, vinho quente, entre outros.
A casa possui programação certa para todos os dias da semana: às seg tem o Club do Jazz (R$ 10 por pessoa), de terça a sexta o chopp Brahma é em dobro, aos sábados conta com a típica feijoada brasileira ao som de um bom samba (a partir dàs 12h30) e finalmente aos domingos (p/ mim um dos melhores dias) tem MPB ao Vivo após às 17h.
Apesar de começar cedo aos Domingos não se enganem, pois a casa lota, por isso aconselho chegar cedo. Há cobrança do couvert artístico (R$17,50 – M e R$22,50 – H).
Outro diferencial bem interessante do local é o Cartão do Ponto, um cartão fidelidade  no qual o usuário tem direito a cortesias especiais, promoções exclusivas e souveniers. Para participar, basta solicitar o seu cartão ao garçom assim que visitar o bar!
Endereço: Rua Aspicuelta, 578 – Vila Madalena
Horário: Seg à Qui – 18h às 3h / Sex e Sáb – 18h às 4h / Dom – 17h às 24h
Tel: 11 3812-0492

Read Full Post »

Pista de patinação no gelo
Pista de patinação no gelo

A primeira vez que me lembro de ter experimentado esse esporte aqui no Brasil foi quando uma pista foi inauguada no Shopping Matarazzo (atual Shopping Bourbon).

Na época também chegavam os atuais patins in-line, então aproveitei para treinar a nova diversão por lá mesmo, afinal se eu conseguisse patinar no gelo o in-line não seria problema!
Apesar de não ser uma ativdade muito popular por aqui para quem nunca foi vale a pena conferir, e pra quem já conhece é sempre bom relembrar.
A pista possui 300 m, luzes coloridas e música para embalar os patinadores. O aluguel é de R$ 25 por pessoa, durante 30 min e as crianças menores de 5 anos cotam com um trenó que custa R$ 10 (por 10 voltas).
Há equipamentos de segurança: capacete, munhequeira, cotoveleira e joelheira para todos, desde que o cliente queira usar. E ao entrar, todos os clientes deverao assinar um termo de responsabilidade.
A pista de patinação Ice Star encontra-se no Shopping Eldorado, no subsolo 2.
Dom à qui das 12h às 22h
Sex e sáb das 12 às 23h

Read Full Post »

Entrada
Entrada

Olá Amigos,

Eu estava andando pela Paulista estes dias quando passei em frente a um dos poucos casarões antigos que ainda estão de pé por lá. Uma pena, pois eram lindos e contavam um pouco de nossa história. Pois bem, o que me chamou a atenção no local foi uma feira que acontece ao lado deste casarão, que se chama “Como Assim”.

É um espaço que reúne um antiquário, arte, doces caseiros, sapatos, e, neste inverno, uma feira de malhas. Se este espaço estivesse em outro lugar da cidade, talvez não me chamasse tanto a atenção, mas por estar lá na Paulista, ficou mais significativo e mais paulistano. Além de todo o descrito, dá pra reparar também na arquitetura do casarão, que é linda. O antiquário fica dentro da uma parte da casa, onde dá para sacar bem essa beleza. O incrível, é que fiquei sabendo que mora gente lá até hoje. como será deve ser morar em uma casa de 100 anos, em plena Av. Paulista, um dos pontos mais modernos do país? Coisas de São Paulo.

ArteBem, quanto aos preços e qualidade dos produtos vendidos no “Como Assim”, desculpem mas não reparei. Além de não estar precisando comprar nada, eu estava trabalhando (indo visitar um cliente com hora marcada), e não tinha muito tempo para investigar. Olhando por cima, me pareceram produtos de boa qualidade, embora nada de extraordinário ou de sofisticado. São produtos para uso no dia-a-dia e que se encontra em qualquer loja da cidade, mas isso, claro, não diminui o lugar. Vale a pena ir visitar antes de ir a um dos cinemas da vizinhança ou a um dos restaurantes que tem por lá.

“Como Assim”: Av. Paulista 1.919

Vista interna da loja

Vista interna dos stands de venda de malhas
Vista interna dos stands de venda de malhas

Read Full Post »

AchiropitaPrincipal evento da comunidade italiana em SP, a festa no bairro do Bixiga espera receber cerca de 250.000 pessoas na sua 83 edição.

Durante os cinco finais de semana de agosto, na Rua 13 de Maio, os frequentadores podem encontrar pratos típicos da cozinha italiana, entre eles, espaguete, fogaza, pimentão e berinjela recheados e o tradicional pastelzinho. Isso tudo nas barracas da área externa. Já na área interna, (os convites para a cantina estão esgotados), os visitantes provam receitas preparadas por senhoras da comunidade servidas em uma grande mesa.

No total serão consumidos 12.000 quilos de macarrão; 15.000 litros de chope; 10.000 litros de vinho; 5.000 quilos de carne; 5.000 quilos de linguiça. Toda a renda obtida é revertida para as obras assistenciais da paróquia.

83º Festa de Nossa Senhora Achiropita
Datas:
01, 02, 08, 09, 15, 16, 22, 23, 29 e 30 de agosto (sábados e domingos) em três ambientes interligados; em 21 de agosto (sexta-feira), apenas na parte interna (cantina).
Horários da área externa:
sábado, 17h30 à 23h30; domingo, 17h30 às 22h30.
Horário da área interna: Sábado, 19h30 à 0h;
19h00 à 23h30 (domingo)
Convites para cantina: R$ 60,00 (sábado – direito à mesa com pratos); R$ 20,00 (domingo – direito a prato de macarrão) – Atenção: os ingressos estão esgotados.
Informações:
(011) 3283-1294

Read Full Post »