Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Passeio’ Category

Abasto

Abasto

Oi Pessoal,

Como poucos sabem, estive na Argentina à trabalho na semana passada. Lá me hospedei no Hotel Abasto no centro de Buenos Aires, que fica enfrente ao Shopping Abasto, onde vale a pena alguns comentários.

Primeiro o Shopping é ótimo. Bonito, grande, com ótima diversidade de lojas, restaurantes, cinemas e tudo que um bom shopping deve ter. Os preços das lojas são bem razoáveis pois se trata de um shopping que está na região central, e portanto, fora da região mais badalada (e cara) da cidade.

Fiz algumas compras e na hora de pagar me avisaram que teria direito à restituição de parte do IVA (imposto sobre valor agregado) que paguei nos produtos de fabricação argentina. Nossa que difertente ! ! !(rsss). Funciona assim: na prória loja é preenchido um formulário que, junto com a N. Fiscal de compra é apresentada na alfândega do aeroporto. Lá é solicitado um Cartão de crédito e o valor é creditado no cartão. Dependendo do valor da compra a restituição pode ser de até 80% do IVA. Bom né….. Eles não sabem jogar futebol, mas de impostos entendem bem. Roupas e artigos de couro já são bem mais baratos que aqui, e com a restituição de impostos ficam ainda melhor.

A segunda observação, claro, tinha que ser gastronómica (rsss). Experimentei as TARTAS que são umas tortas salgadas, porém imensas (altas e super recheadas). Recomendo que experimentem.

Por hora é isso. Em breve vou postar mais sobre minha viagem à Argentina

Read Full Post »

Casa RosadaPor causa da crise, Buenos Aires não é tão barata assim como dizem, mas descobrimos alguns truques para você conhecer bem a cidade e gastar muuuuuuito pouco.

Chegando ao aeroporto pegue o mapa gratuíto da cidade, acredite ele vale ouro, lá você tem todos os pontos turísticos e as pricipais avenidas e meios de acesso.

Saindo do aeroporto você tem algumas opções para chegar ao seu destino, primeiro taxi (caro), depois um ônibus coletivo que te deixará em frente a Casa Rosada que custa 25 pesos. Ou você pode optar pelo método mão de vaca…você sai do aeroporto caminha 5 metros para sua direta e pega um ônibus chamado 86 sentido centro, ele te leva para todos os lugares, demora um pouco, tipo 1 hora, mas você está de férias, e vai conhecer o lado sujo da cidade, e só custa 1,60 pesos.

Ao chegar ao seu destino eu aconselho você ficar em um dos dois hotéis paralelos a avenida Rivadavia (fora da rota turística), perto do número 2000, você estará relativamente perto do centro, vai pagar bem mais barato e terá acesso a linha A (azul clara) do metrô, só um conselho, ao pegar o mêtro (1,25 pesos)  não espere a porta abrir nem fechar, vai na fé!!!! (conselho de hotel Aires Express bem legal e barato)

Pontos Turísticos

Recoleta: Lindo vale a pena ir de manhã e à noite para dar uma volta, lá você  irá conhecer o cemitério da Eva Peron. Na entrada do cemitério Túmulo Evitaterão alguns vendedores de mapas,  agora me diz, para que comprar um mapa de 10 pesos se você pode seguir a galera que comprou sem gastar 1 peso?! E o túmulo dela nem é tudo isso, chegando lá não deixe de visitar o túmulo de Liliana Crocciati e leia o poema…muitoooo triste.

Boca: La Bambonera, o estádio, pra quem gosta de futebol, é imperdível, não pague o passeio completo, pague o simples, finja que vai comer algo e espere o grupo que pagou completo aparecer com o guia nas arquibancadas, aí é fácil, siga o grupo tirando várias fotos. Lá também tem as famosas casinhas coloridas de El Caminito, passeio imperdível, mas cuidado com os dançarinos de tango, que querem tirar fotos, eles cobram. A comida de lá é bem normal, então sujiro que você saia de lá e coma seu super Pancho, lá também tem os famosos shows de Tango, custam 280 pesos por pessoa com comida inclusa, minha dica é, vá até o shopping da Galeria Pacífico lá tem um Centro Cultural que vira e mexe tem belos shows de tango por apenas 25 pesos.

Rua Florida: Nada mais é que a Oscar Freire da Argentina, um lugar lindo e muito legal, só que com roupas bem caras, tem que ir conferir a beleza e o clima do lugar, mas para comprar mesmo há vários Outlets escondidos no fim da Rivadavia e perto do número 5000 da Corrientes, isso você só descobre andando de bus pela cidade

Casa Rosada: Nem se preocupe em chegar lá todos os onibus passam lá, além da casa Rosada não tem mais nada, é uma bela praça e uma bela casa, mas la perto fica o Puerto Madeiro tem que ir, de manhã e à noite, mas cuidado é bem caro, vale a pena ir  alimentado, e tomar um café ou uma cerveja em um dos vários bares que tem na região.   

San Telmo: Tem uma praça maravilhosa sempre acompanhada de boa música, vá à tarde antes das 18h, você pede um chopp e ganha o outro, moleza né!!!

Pallermo: É um bairro bem gracioso, lembra um pouco os jardins, tem muitas árvores e o Jardim Botânico e o Zoo ficam lá….se você não quiser ver os animais, não perca o Jardim Botânico.

Como um bom paulistano, não esqueça de conhecer os shoppings e comer um lanche no Mc Donald´s.

Pra finalizar ande sempre com moedas para gorgetas e para o ônibus, pois só aceitam moedas e nem tem cobrador só uma máquina, cuidado com as taxas dos restaurantes eles não cobram 10% mas cobram uma taxa chamada cubierto, acredite se quiser você paga só de sentar na mesa.

Leve sempre uma mochila com água, bolachas, mapa, câmera fotográfica e seu documento.

Não esqueça de guardar uma grana no final, pois ao sair do país de avião rola uma taxa de segurança que você tem que pagar, custa cerca de 20 dolares por pessoa, aproveite o passeio e vai na minha, faça tudo de ônibus, metrô e muito Pancho!!!!

Read Full Post »

Mapa Aqui seguem algumas dicas de um amigo meu que foi no ano passado para Cape Town (Cidade do Cabo). Um pouco sobre a contextualização histórica, as opções de passeio, enfim… Faço minhas as palavras dele.

“Existem várias cidades na Africa do Sul, mas a principal delas é Cape Town. Se não me engano, é a mais desenvolvida da África inteira e muito pequena também.

O clima lá é parecido com o nosso, quando é inverno aqui, é inverno lá, mas o inverno deles é mais frio, bem mais frio! A colonização deles é uma grande mistura também, eles foram colonizados por Holandeses e Ingleses… Não
sei quem chegou primeiro, mas no início existia uma grande rivalidade entre os descendentes de ingleses e holandeses…

Contrariamente aos que muitos pensam, lá vc encontra muitas pessoas brancas de olhos claros!!!!! E claro que existem os negros também, podemos dizer que é igual a São Paulo, mas quando são brancos, são brancos mesmo e quase sempre de olhos claros… bem sangue azul, rs

Não sei em que parte da história, mas  houve uma migração de indianos pra lá, não lembro o motivo, mas encontra muitos indianos lá.

A língua é muito louca, outra grande mistura também. Apesar da colonização holandesa, eles falam apenas duas línguas, o inglês britânico e
o Africans (não sei se é assim que se escreve), tTodos falam as duas línguas, as vezes não tão bem, mas os negros preferem o africanz e os
brancos o inglês britânico. O mais engraçado é ouvir os negros falando Africanz, muito loco!!!! E quando eles falam inglês, sai um
sotaque muito bizarro, rsss

Bom, o que todos no mundo conhecem sobre lá, e aí estou falando da África, é sobre o Apartheid. Não vou entrar no detalhe aqui, mas é muito
interessante entender o Apartheid e analisar o comprotamento deles hoje em dia, só para exemplificar, quando eu pegava um metrô lá, usados na grande maioria por negros, vários deles vinham falar comigo para me convidar para sair ou apenas para conversar mesmo. Coisa
que os brancos não fazem, eles (negros) sofreram tanto no Apartheid, que agora que eles podem ter essa interatividade com os brancos, eles aproveitam de todas as formas. Imagina, antigamente eles nem podiam frequentar alguns lugares na própria cidade, e agora eles podem, é difícil de imaginar, mas deve ser uma sensação de liberdade muito grande.

CapetownChega de história. Pontos turísticos:

– Tem a Table Montain, que resumidamente é uma montanha enorme em forma de mesa (pq a superfície dela é grande e achatada) que divide a cidade em dois lados. Bem legal lá., existem várias excursões;

– Camps Bay – É uma praia que só tem mansões, as melhores baladas estão lá, e os melhores restaurantes também, bem caro lá!!!!!!!

– Safares – tem um monte, mas o melhor mesmo é o Kugar Safari que não fica em Cape Town, fica em Johanesburg;

– Museus sobre o Apartheid: tem um lá que eu esqueci o nome que possui um monte de objetos usados nesta época,  tem até uma réplica de uma casa que os negros ficavam. Muuuito pequena!!!!!

– Vc pode nadar com white sharks (tubarão branco)!!!!! não fiz essa, mas deve ser muito loco!!!!!

– O maior bungee jump do mundo fica lá, não fiz também, mas é aquele que o Jimm Carey pula nesse último filme que ele fez (Yes Man – Sim, Senhor!)

– Não achei nenhuma comida típica, só sei que eles gostam de temperos apimentados;

– Existe uma excursão para a ponta da cidade do cabo. O lugar chama Capes Point. Não fui, mas parece que vc consegue ver baleias e vários
pinguins. Falam que todos que vão para Cape Town devem ir pra lá. Eu achei chato e não fui, rsss”

Read Full Post »

ueno_park_p1_20001 

Já faz algum tempo que estive visitando Toquio, mas ainda me lembro com saudades da fascinante experiência que tive. Além de ser uma cidade moderna, limpa, com um povo muito educado, fiquei particularmente encantado com o UENO PARK . É um super parque no centro da cidade, muito bem arborizado junto ao museu nacional, com zoológico e templos budistas. No Zoo por exemplo, ví urso polar (isso mesmo), pinquins, ursos panda e outro bichos que nem sei o nome (rss). Já no Museu, além do seu acervo, ví uma mostra de quadros do Van Gogh. Irei colocando outras dicas dessa minha viagem à Tóquio nos próxios dias. Se tiver algua dica de lá, mande para nós que teremos prazer em publicar.

Read Full Post »