Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Comida’

AchiropitaPrincipal evento da comunidade italiana em SP, a festa no bairro do Bixiga espera receber cerca de 250.000 pessoas na sua 83 edição.

Durante os cinco finais de semana de agosto, na Rua 13 de Maio, os frequentadores podem encontrar pratos típicos da cozinha italiana, entre eles, espaguete, fogaza, pimentão e berinjela recheados e o tradicional pastelzinho. Isso tudo nas barracas da área externa. Já na área interna, (os convites para a cantina estão esgotados), os visitantes provam receitas preparadas por senhoras da comunidade servidas em uma grande mesa.

No total serão consumidos 12.000 quilos de macarrão; 15.000 litros de chope; 10.000 litros de vinho; 5.000 quilos de carne; 5.000 quilos de linguiça. Toda a renda obtida é revertida para as obras assistenciais da paróquia.

83º Festa de Nossa Senhora Achiropita
Datas:
01, 02, 08, 09, 15, 16, 22, 23, 29 e 30 de agosto (sábados e domingos) em três ambientes interligados; em 21 de agosto (sexta-feira), apenas na parte interna (cantina).
Horários da área externa:
sábado, 17h30 à 23h30; domingo, 17h30 às 22h30.
Horário da área interna: Sábado, 19h30 à 0h;
19h00 à 23h30 (domingo)
Convites para cantina: R$ 60,00 (sábado – direito à mesa com pratos); R$ 20,00 (domingo – direito a prato de macarrão) – Atenção: os ingressos estão esgotados.
Informações:
(011) 3283-1294

Read Full Post »

santa coxinha

Olá pessoal, blzinha? Este post, devo à um casal de amigos muito especial, do peito mesmo, Ricardo Tan e Paula Jardim. Não apenas bons amigos, mas seres-humanos exemplares… daquelas pessoas que você não imagina ficar sem conviver nos próximos 70 anos sabe? Pois é…. sem demagogia, é verdade!

Frequentadores assíduos do Santa Coxinha, sempre me chamavam para acompanhá-los, até que finalmente consegui conhecer o lugar. Realmente, dá até tristeza de tanta coisa boa… rsrs. Enquanto vocês não provam pessoalmente, deliciem-se com o texto do Ricardo e suas impressões…

Ao passar naquela parte da av. Anhaia Mello, já no acesso à av. Salim Farah Maluf, jamais imaginei q em um singelo posto de gasolina encontra-se a melhor coxinha da capital.

Quem descobre o Santa Coxinha, ou viu em alguma revista, reportagem de televisão ou foi no boca-boca mesmo. E se você acha que coxinha combina com coca-cola, agora terá certeza disso (apesar da variedade de bebidas que campeia na casa).

A bem da verdade é q nem cara de loja de conveniência lá tem. Mas como dizem, imagem não é nada, os melhores perfumes estão nos menores frascos, e por aí vai…e ao entrar você percebe que realmente o lugar tem reconhecimento, vide as paredes cheias de reportagens e recomendações de diversas revistas e jornais.

O lugar, cujo forte é a coxinha, conta com uma vasta variedade de salgados e lanches. Só de coxinha, são mais de 20 sabores diferentes, e algumas extravagâncias como a coxinha de feijoada ou a de estrogonofe. Particularmente gostei da de costelinha de porco e a de casquinha de siri. E a tradicional de frango?? Sim, há também, na massa normal ou de mandioca.

Farta também é a variedade de salgados. Para quem gosta de quibe, vale como pedida o recheado com catupiry (sim é aquele original!!), ou acrescente mais 2 queijos no recheio e seja feliz. Ah, as esfihas de costela no bafo, e a de carne louca, e o bolinho de salsicha com queijo cheddar são um pedido a parte.

Do outro lado do menu estão os sanduíches servidos pela casa. Além do Churrasco de Anjo, que na verdade é um lanche de carne de coelho, é obrigação conferir as outras diversidades, naturais ou não. O Triplex vem 3 hamburgueres da casa, maionese e cheddar (e tem a versão maior do mesmo lanche). Tem o lanche recheado de carne louca e queijo (e bota recheio nisso), o Scooby-Doo (hot-dog c/ 4 salsichas e afins) e o mais conhecido da casa, o Ultra X-Tudão.

Tal lanche merece parágrafo a parte. Pesando 2,5 kg, ele vai 4 hambúrgueres gigantes, muito frango desfiado, 4 salsichas e outros inúmeros ingredientes. Tem quase o diâmetro de uma pizza, 7500 calorias, e, segundo o sr. Matuza, responsável pela casa, no mínimo 6 pessoas com muita fome conseguem devorá-lo. Ainda estou tentando reunir 8 trogloditas e partir para o desafio. No entanto se você comer um sozinho, ganha o segundo grátis, uma coca-cola light e um cafezinho c/ adoçante.

E para beber, o que pedir?? Certa vez, um rapaz entrou louco por uma cerveja, e saiu de lá por não conhecer nenhuma das q a casa serve. Sim, lá você encontrará cervejas artesanais e/ou pouco conhecidas, como Cerpa, Patrícia, Imperial, Colorado, Therezópolis, a hermana Quilmes, a Norteña, que acho que é uruguaia; além de outras.

Se você vai dirigir, então opte pela tubaína de lata Vedete, ou ainda os sucos diversos, o refrigerante São Geraldo (refri de cajú) e o tão falado guaraná Jesus. Caso você não saiba, o guaraná Jesus vende tanto quanto a coca-cola lá no Nordeste. Apesar de estar escrito guaraná e ter uma cor rosa choque, o refri é muito gostoso, parecendo ser de tutti-frutti. Ele e o São Geraldo desembarcam direto do nordeste e combinam perfeitamente com as coxinhas, oxênte.

Em suma, tenha em mente que o recheio no Santa Coxinha não tem miséria. Ainda há sorvetes e doces caseiros, como sobremesa, caso caiba alguma coisa em sua barriga. É realmente tudo muito bom por lá e vale a pena dar uma paradinha. Nem que a desculpa seja a de conhecer Jesus, o guaraná. Ou vice-versa…

Clique aqui e veja cardápio completo. Acesse o site oficial.

SANTA COXINHA – Av. Prof. Luis Ignácio de Anhaia Mello, 2140 – Vila Prudente
Dentro do Posto de gasolina Via Brasil
Ao passar naquela parte da av. Anhaia Mello, já no acesso à av. Salim Farah Maluf, jamais imaginei q em um singelo posto de gasolina encontra-se a melhor coxinha da capital.

Quem descobre o Santa Coxinha, ou viu em alguma revista, reportagem de televisão ou foi no boca-boca mesmo. E se você acha que coxinha combina com coca-cola, agora terá certeza disso (apesar da variedade de bebidas que campeia na casa).

A bem da verdade é q nem cara de loja de conveniência lá tem. Mas como dizem, imagem não é nada, os melhores perfumes estão nos menores frascos, e por aí vai…e ao entrar você percebe que realmente o lugar tem reconhecimento, vide as paredes cheias de reportagens e recomendações de diversas revistas e jornais.

O lugar, cujo forte é a coxinha, conta com uma vasta variedade de salgados e lanches. Só de coxinha, são mais de 20 sabores diferentes, e algumas extravagâncias como a coxinha de feijoada ou a de estrogonofe. Particularmente gostei da de costelinha de porco e a de casquinha de siri. E a tradicional de frango?? Sim, há também, na massa normal ou de mandioca.

Farta também é a variedade de salgados. Para quem gosta de quibe, vale como pedida o recheado com catupiry (sim é aquele original!!), ou acrescente mais 2 queijos no recheio e seja feliz. Ah, as esfihas de costela no bafo, e a de carne louca, e o bolinho de salsicha com queijo cheddar são um pedido a parte.

Do outro lado do menu estão os sanduíches servidos pela casa. Além do Churrasco de Anjo, que na verdade é um lanche de carne de coelho, é obrigação conferir as outras diversidades, naturais ou não. O Triplex vem 3 hamburgueres da casa, maionese e cheddar (e tem a versão maior do mesmo lanche). Tem o lanche recheado de carne louca e queijo (e bota recheio nisso), o Scooby-Doo (hot-dog c/ 4 salsichas e afins) e o mais conhecido da casa, o Ultra X-Tudão.

Tal lanche merece parágrafo a parte. Pesando 2,5 kg, ele vai 4 hambúrgueres gigantes, muito frango desfiado, 4 salsichas e outros inúmeros ingredientes. Tem quase o diâmetro de uma pizza, 7500 calorias, e, segundo o sr. Matuza, responsável pela casa, no mínimo 6 pessoas com muita fome conseguem devorá-lo. Ainda estou tentando reunir 8 trogloditas e partir para o desafio. No entanto se você comer um sozinho, ganha o segundo grátis, uma coca-cola light e um cafezinho c/ adoçante.

E para beber, o que pedir?? Certa vez, um rapaz entrou louco por uma cerveja, e saiu de lá por não conhecer nenhuma das q a casa serve. Sim, lá você encontrará cervejas artesanais e/ou pouco conhecidas, como Cerpa, Patrícia, Imperial, Colorado, Therezópolis, a hermana Quilmes, a Norteña, que acho que é uruguaia; além de outras.

Se você vai dirigir, então opte pela tubaína de lata Vedete, ou ainda os sucos diversos, o refrigerante São Geraldo (refri de cajú) e o tão falado guaraná Jesus. Caso você não saiba, o guaraná Jesus vende tanto quanto a coca-cola lá no Nordeste. Apesar de estar escrito guaraná e ter uma cor rosa choque, o refri é muito gostoso, parecendo ser de tutti-frutti. Ele e o São Geraldo desembarcam direto do nordeste e combinam perfeitamente com as coxinhas, oxênte.

Em suma, tenha em mente que o recheio no Santa Coxinha não tem miséria. Ainda há sorvetes e doces caseiros, como sobremesa, caso caiba alguma coisa em sua barriga. É realmente tudo muito bom por lá e vale a pena dar uma paradinha. Nem que a desculpa seja a de conhecer Jesus, o guaraná. Ou vice-versa…

Read Full Post »

Bar Santana - Villa Caetano's

Bar Santana - Villa Caetano's

Oi pessoal,

Como agora somos aprendizes de feiticeiro (no que se refere a BLOG’s), resolvi publicar semanalmente sobre um bar de Santana (nome mais específico para “Zona Norte de São Paulo”).

Para essa estréia escolhi um Bar (e restaurante) que vou quase que semanalmente. É o Villas Caetano’s, um lugar original, com ambiente acolhedor, ótima comida e atendimento. Tem TV de Plasma com TV a cabo, o que é ótimo para curtir um jogo de futebol com os amigos. Tem mesas na calçada (sem atrapalhar a passagem) o que é ótimo para um chopp com petiscos de sábado à tarde.

As caipirinhas são variadas e bem servidas. Meu prato favorito da casa é o Bolhinho de Carne. São umas almôndegas grandonas bem temperadas que vão muito bem com um choppinho…

Vista interna com o sol batendo de tarde
Vista interna com o sol batendo de tarde

Os preços também são outro ponto forte, pois são muito justos (acho até que são os melhores se comparados aos seus vizinhos).  O Villa fica na Av Eng. Caetano Álvares, 5.550 São Paulo – SP (Fn.: 2959.2305). Passem lá e me digam o que acharam.

Read Full Post »

Santa Rosa BrásQuem precisa de madeira e ferragens pensa logo na rua do Gasômetro, na caidade de São Paulo.

Estive por lá essa semana para conhecer um pouco desse mercado e parei para almoçar no Santa Rosa Brás. Localizado entre as antigas fábricas da família Matarazzo, o restaurante preserva sua arquitetura histórica garantindo um ambiente gostoso.

A comida é muito gostosa, não sei se foi o cardápio do dia apenas, mas achei uma combinação e sabor diferente entre os muitos pratos. Você pode escolher comer por kilo ou buffet c/ sobremesa inclusa, independente de sua escolha o valor é R$ 32,00 (seja o kilo ou por pessoa).

Quem tiver que correr atrás da reforma da casa não precisa fazer disso um suplício, no mínimo uma comida gostosa é garantida!

Read Full Post »